gafieiras

gafieiras

Entrevistas de música brasileira

Thaíde

Thaide-940

Thaíde

parte 12/32

Não sabia que ia chegar aos 40

Max – E como você sente o tempo? Como você se vê envelhecendo?
Thaíde – Olha, mano, tem uma coisa que não sei se vou conseguir… mas me vejo fazendo rap, entendeu? Fazendo tudo que gosto de fazer. Quero voltar a dançar break, quero treinar aqui no Garrido [ n.e.: também conhecido como Projeto Viver, na Bela Vista ] e continuar fazendo rap. Quero envelhecer só por fora, na pele. Quero continuar fazendo rap, só isso e mais nada. Quero continuar fazendo a mesma coisa que faço agora.
Max – Sempre procurando novidade.
Thaíde – Sempre procurando novidade, cara.
Tacioli – Você se imaginava, quando mais novo, aos 40 anos?
Thaíde – Não. Lembro que em 1990, em 80 e… vige, não vou me lembrar a data certinha. Na década de 1980. É só fazer as contas. Na rádio rolava assim, “no ano dois mil”, e eu pensava assim, “no ano 2000, com quantos anos vou estar?”. Não me lembro se com 32, 33, uma coisa assim. Não sabia que ia chegar aos 40, porque a estatística era muito mais complicada que hoje. A gente acreditava menos que podia passar dos 30. Hoje não, a gente quer passar dos 60. Isso é maravilhoso.

Tags
Dj Hum
Hip hop
Rap
Thaíde
de 32