gafieiras

gafieiras

Entrevistas de música brasileira

Los Hermanos

Los Hermanos. Foto: Henrique Parra/Gafieiras

Los Hermanos

parte 12/18

Quatro Brunos seria o Devo!

Max Eluard – Mas voltando à questão da distração. Vocês sentem em algum momento que precisam se distrair, relaxar, e não prestar muita atenção nas coisas?
Camelo – Acho que o jeito que nós quatro, o jeito que a gente vê o mundo tem um equilíbrio ótimo… A gente não precisa ficar preocupado com nada, porque é nosso próprio jeito de ser… A gente é muito diferente, olhamos coisas diferentes no mundo, escolhemos coisas diferentes pra prestar atenção e é por isso que funciona… Posso estar descuidado em um momento, mas o Bruno está atento, e vice-versa. A gente ouve muito um ao outro. É natural! A gente é muito fruto do que a gente é, do nosso jeito de ser.
Amarante – A gente não é a mesma pessoa, não mesmo! Imagina, quatro Brunos!
Bruno – Porra, quatro Brunos seria o Devo! [risos] [n.e. Uma das bandas mais importantes do new wave norte-americano que estreou em 1978 com o disco Q: Are we not men? A: We are Devo!, produzido por Brian Eno]
Amarante – Quatro Barbas seria o ZZ Top! [risos] [n.e. Trio de blues-rock surgido nos Estados Unidos na década de 1970] Quatro Marcelos seria a Al Qaeda! [risos]

Tacioli – E quatro Rodrigos?
Amarante – Quatro Rodrigos… os Ursinhos Gummy! [risos]

Tacioli – E a relação de vocês com a cidade de São Paulo? Já existia antes da banda?
Camelo – Visita de colégio ao Instituto Butantã.
Barba – Rolou isso? Você veio mesmo?
Camelo – Vim.
Amarante – Morei aqui quando era pequeno…
Camelo – A gente gravou o primeiro disco aqui. Ficamos uns dois meses.
Amarante – Chegamos de ônibus em Santana… Um puta frio!
Camelo – A gente parecia retirante. [risos]
Bruno – Lembro que cheguei depois porque tinha prova na faculdade. Aí cheguei na Rodoviária do Tietê… Haviam explicado que Santana era tranqüilo de se chegar… Aí peguei um táxi, falei que era pra ir pra Santana e o cara… “Puta que pariu! Tô há três horas nessa fila e você quer ir aqui do lado?!”… “Porra, desculpe, cê quer que eu pegue outro táxi?”, “Não, beleza, tem que servir o passageiro!” Cheguei em São Paulo!

Tags
Los Hermanos
de 18