gafieiras

gafieiras

Entrevistas de música brasileira

Los Hermanos

Los Hermanos. Foto: Henrique Parra/Gafieiras

Los Hermanos

parte 0/18

Em vez de uma soneca

Já faz algum tempo que tentamos entrevistar essa banda. Mas eles moram no Rio de Janeiro e quando vêm a São Paulo é para shows e com a agenda sempre lotada.

Alguma insistência, a ajuda de Bruno Medina e a entrevista foi possível num encaixe, entre a passagem de som e o show que realizaram no Via Funchal, no dia 10 de dezembro de 2005.

No restaurante do hotel esperamos por eles.

A van encostou na recepção e foram descendo um a um, ainda rindo de alguma piada que começou no interior do carro.

A promessa era de uma entrevista sem motes ou ganchos, um bate papo (como todas do Gafieiras), uma promessa que se cumpriu em parte…

Marcelo se preserva, fala pouco. Rodrigo responde a tudo no limite do escárnio. Bruno reflete a cada pergunta e devolve respostas elaboradas. Barba fala sem o compromisso de ser um porta-voz.

Reflexos de um grupo que já passou por muitos dos infindáveis ciclos pelos quais podem passar uma banda no cenário musical. Começaram estourando nas paradas de sucesso, romperam com a gravadora no segundo disco, quase foram relegados ao ostracismo, voltaram à tona e hoje vão se firmando na busca por sua sonoridade.

A busca é o que melhor define a condição desse quarteto carioca. Ele está em busca, mas não para chegar a um ponto final, e sim para crescer nesse percurso.

A cada disco trazem novidades, a cada entrevista tentam se colocar e encontrar uma maneira de se relacionar com a mídia. De quem dependem, para que sua expressão artística transposta em produtos (DVD, CD, shows) encontre seu lugar (a emoção dos ouvintes – para eles; vendagem e retorno financeiro – para quem? não importa).

Oscilando entre momentos de descontração e outros com um quê de tensão, a conversa se construiu. Subjetividades, convicções, contradições, mas em todas as respostas se evidencia a busca.

O tempo passava rápido e estava contra nós, nos olhares cansados de quem já estava na estrada há dias, sem dizer textualmente, deixaram claro que preferiam que o tempo ali gasto fosse mesmo uma soneca antes de subir ao palco.

O papel da entrevista nessa história? Talvez apenas fazê-los perder algumas horas de descanso ou, na melhor das hipóteses, ter contribuído nessa busca.

Tags
Los Hermanos
de 18