gafieiras

gafieiras

Entrevistas de música brasileira

Hélio Ziskind

HelioZiskind_940

Hélio Ziskind

parte 9/25

O número de CDs vendidos não interessa a grandes gravadoras

Diego – Ô, Hélio, eu queria saber se há uma pressão da gravadora em busca de resultados…
Hélio – Não.
Diego – Isso acontece muito com outros artistas, que têm que achar um limite de uma cota pra vender e tem que dar esse retorno para o investimento da gravadora, né?
Hélio – Estamos falando de mundos diferentes. O que tenho não é uma gravadora, é uma distribuidora, um pouco mais que uma distribuidora, mas basicamente isso. Toda etapa de feitura do disco, corre por fora. Eles têm uma estrutura de distribuição e vendas que está funcionando, que está legal, que está crescendo. Então, a quantidade de cópias vendidas é infinitamente menor, jamais chegaria a interessar a uma grande gravadora. Mas se fosse feito um grande trabalho de divulgação, seria possível aumentar esses números. É o que está acontecendo, vamos ver o que é. Não é uma coisa que estoura de vendas, a cota que os lojistas reservam pra comprar esse tipo de produto já é uma fração do que eles vão comprar das outras gravadoras. Tudo é outro mundo, são outros números. Agora, a gente pode fazer projetos associados ao CD, então com isso vai aliviando, não é?

Tags
Hélio Ziskind
Música infantil
Música para crianças
de 25