gafieiras

gafieiras

Entrevistas de música brasileira

Frank Aguiar

Frank Aguiar por Jefferson Dias

Frank Aguiar

parte 4/25

“Deputado, com que roupa o senhor virá?"

Tacioli – Que imagem você tinha de São Paulo?
Frank – A cidade dos sonhos, onde se ia pra realizá-los. As pessoas chegavam lá, todo mundo bem, diferente, pele limpa, o frio aqui ajuda, o clima. E lá é o calor que maltrata, é a terra seca, é a fome, é tudo. E as pessoas que vinham pra cá e chegavam lá com uma condiçãozinha melhor. E eu achava que todo mundo vinha e realizava. Eu vim também cheio de sonhos. Todos os desejos e sonhos daquela viagem, que eu disse pra vocês, viagem de três dias, eu realizei. E foram difíceis esses sonhos, porque naquele dia deve ter vindo um milhão comigo com o mesmo objetivo, fazer sucesso. E de um milhão, um se salva. Na política é mais fácil, você concorre com menos. Então só pra justificar o que eu lhe disse, ninguém duvida do que está na minha cabeça, porque quero corresponder, quero trabalhar.

Tacioli – Pela repercussão na imprensa, sua vitória foi uma surpresa pra muita gente.
Frank – É uma pena. Eu sei o que você quer perguntar…
Tacioli – Pra você foi uma tristeza se ver retratado dessa forma?
Frank – Eles nunca tiveram a oportunidade de conversar comigo, de me conhecer, e já vão taxando de exótico, disso e daquilo. Mas no fundo eu fico assistindo, olhando, “meu Deus, como eles…”. Essa semana eu estive em Brasília, e aí, de uma hora pra outra, a noticia se espalhou que eu estava lá. Foi há 15 dias. E havia uns 50 jornalistas e comunicadores, e eles achavam que eu era exatamente como alguns escreveram, um louco, um pára-quedista, alguma coisa assim. E já foram perguntando coisas tão banais, tão bobas: “Deputado, com que roupa o senhor virá? Qual é a marca do seu terno?”. “Mas vocês estudaram tanto pra estarem aqui como jornalistas, me perguntam uma coisa dessas. Vocês têm tempo pra me ouvir? Tenho tantas idéias pra falar, tanta coisa boa.” Aí, eles já viram que não era pra brincar. E aí, da segunda pergunta em diante, o papo rendeu, melhorou.

Tags
Forró
Frank Aguiar
de 25