gafieiras

gafieiras

Entrevistas de música brasileira

Frank Aguiar

Frank Aguiar por Jefferson Dias

Frank Aguiar

parte 23/25

O que faz do rap um sucesso?

Almeida – Frank, você acompanha o que se faz em música, as tendências, os sucessos? Tem algo que chama sua atenção?
Frank – Por ser músico, eu curto a música, fico curioso com cada surgimento, com cada segmento, com cada estilo de música, mas por praticar tanto esse ritmo eu fico muito… Não quer dizer que não vou assistir um show de rock e lá ter algumas curiosidades, como funciona, o cenário, a luz, a própria música, o que eles estão falando, porque eles chegaram a fazer aquela cena toda. Então tudo isso eu analiso.
Dafne – Você lembra de um último artista que lhe impressionou?
Frank – Por exemplo, esse grupo LS Jack. É só você vendo o que eles escrevem pra chamar a atenção dessa molecada toda aí. Esse tipo de coisa. Isso chama a atenção. Não preciso curtir; é bom estudar, entender porque aquilo está acontecendo. O que faz do rap um sucesso, você sabe?
Almeida – Você já percebeu o que é?
Frank – Não, estou perguntando.
Almeida – Ah, é uma pergunta.
Frank – É.
Tacioli – Muita coisa, certamente por representar a realidade onde vivem…
Frank – Então é esse tipo de coisa que é gostoso você ver em todos os segmentos e estudar, conhecer…
Tacioli – Mas isso pode chegar de várias formas pra você, seja por meio da TV, do rádio. Você tem filhos. Qual é a idade do mais velho?
Frank – A Luma tem dez anos, o Vitor tem sete e o Breninho tem dois.
Tacioli – E a de dez…?
Frank – A de dez é o lance dos Rebeldes [n.e. A telenovela mexicana Rebelde, de temática infanto-juvenil, foi lançada no Brasil em 2005 pelo SBT]. Meu Deus do céu, vou com eles no colégio, e no carro a rádio que eles colocam, puta merda, fico só analisando, 10 anos, cara, é totalmente diferente de mim, mas procuro entender.
Tacioli – Mas aí o seu ouvido e o seu olhar também…
Frank – Não, não dá pra agüentar, não dá pra curtir, não, [risos] só procuro entender e…
Almeida – Aceitar…
Frank – Eu aceito, mas se estiver sozinho não vou ligar.
Tacioli – Tá bom, Frank, tá ótimo.
Frank – Aqui no São Judas tem um restaurante maravilhoso, onde de vez em quando faço shows; tem comes e bebes, uma cena bonita… Quero convidá-los. Será prazeroso recebê-los.
Segurança – Vocês querem um café?
Almeida – Eu aceito.

Tags
Forró
Frank Aguiar
de 25