gafieiras

gafieiras

Entrevistas de música brasileira

Frank Aguiar

Frank Aguiar por Jefferson Dias

Frank Aguiar

parte 0/25

Dentro da sala de controle

“O que vocês vieram fazer aqui?!”, perguntou um segurança, mais cansado que autoritário, na entrada do condomínio residencial de alto padrão em São Bernardo do Campo, o B do ABC paulista, onde mora o compositor, cantor e instrumentista Francineto Luz de Aguiar, o Frank Aguiar, um dos pioneiros do chamado forró moderno.

Estávamos pouco mais de uma hora atrasados e a entrevista parecia ter ido para o brejo antes mesmo de ter começado. Alarme falso. Pouco depois, o próprio Frank – na época recém-eleito por 144.797 votos deputado federal (PTB) pelo Estado de São Paulo – nos abriu a porta de sua casa. Foi logo explicando que, por causa do atraso, só poderíamos conversar uma hora. Partiria, em seguida, para um casamento.

A vista da sala principal dá para um lago dos mais razoáveis e outras casas grandes, tudo arrumadinho. Diferenças aos montes do interiorzão do Piauí. De resto, muita coisa igual: os ídolos Luiz Gonzaga e Fagner, um certo misticismo pessoal, a conversa franca, emoções à flor da pele e o forró acima de tudo (bem como canções românticas). O intérprete de sucessos como “Morango do Nordeste” e “Vou te excluir do meu orkut” sabe que é um em um milhão e nunca esquece de agradecer a música que o fez ser quem é. Nenhum dia. E sua casa o ajuda: notas musicais atravessam paredes e percorrem as escadas; teclas de um piano fazem as vezes de portas; um piano feito de azulejos brancos e pretos repousa no fundo da piscina azul; do lado de uma sala de ginástica um pequeno estúdio; um piano de cauda preto desponta soberano no canto da sala; enfim, sons por todos os lados.

Mas a música é apenas parte e, ao mesmo tempo, alavanca do sonho de Francineto, que ainda contempla o empresário, o advogado e o político. Na entrevista, que terminou após decidir que iria somente para a festa do tal casamento, respostas genéricas, com gran finales que não comprometem o artista e o político, deram brechas para que as histórias que não povoam revistas de mexericos e a grande mídia saltassem.

Tags
Forró
Frank Aguiar
de 25