gafieiras

gafieiras

Entrevistas de música brasileira

DJ Patife

DJ Patife. Foto: divulgação

DJ Patife

parte 10/23

Eu não me sinto músico!

Gafieiras  Você parou num mesmo disco que o Tom Jobim.
Patife  Calhou que, pra novela Um anjo caiu do céu havia o Jackson original no cotidiano da atriz, quando à noite ela ia pra uma balada. A Som Livre queria uma coisa pra ela dançar no clube. Aí os caras ligaram pro Marky, “Ô, faz um ‘drum”n” bossa”. Aí desligou o telefone e ligou pra mim, “Meu, ligaram pra mim e o bagulho tem mais a sua cara do que a minha. Tá afim de fazer junto?” Aí sentamos no estúdio e tomei mais o rumo. Falei, “Eu quero assim, assim e assim”. E eu mostrava pra ele, “E aí?” “Ah, meu, tá, legal, tem mais a sua cara mesmo o negócio!”. Aí acabou que rolou, véio.
Gafieiras  Foi aí você começou a querer aprender mais…
Patife  É, então, a terceira experiência de estúdio foi essa, né? Falei, “Cara, preciso comprar um equipamento”, mas estava com pouca grana. CD não dá dinheiro pra gente que vende 20 mil cópias. Poder se apresentar é um cartão de visitas pra mim. Cara, ajudou muito, muito, muito, mas aí foi essa, “Como vou aprender? Curso é caro.” Aí, ano passado comprei um 7.500. Depois troquei por um G-3 azul e juntei mais um dinheiro. “Meu, já que eu não paro em lugar nenhum…” E vendi o G-3 azul e comprei um titaniozinho e esse dá pra praticar em todo momento, em qualquer lugar em que estou.
Gafieiras  Patife, você falou da diferença entre o músico e o DJ. Você não se sente músico mesmo tendo aquela concepção da música no CD, mesmo tocando na loja e as pessoas virarem pra você e aplaudirem pedindo bis como se fosse uma banda de rock? Como você se sente?
Patife  Eu não me sinto, cara. Nesse último mês tenho me sentindo cada vez mais músico, já que venho aprendendo, mas não tem como me sentir músico. Eu me sinto DJ, eu passo aquilo pro público. Além de estar tocando a música, sou um palhaço danado, principalmente quando toco aquelas que eu adoro.
Gafieiras  Parece um band leader?
Patife  É, é complicado, mas não me sinto. O dia em que eu aprender a tocar… Daqui a uns três anos a gente conversa.
Gafieiras  Você quer dominar a técnica, a linguagem pra se sentir músico.
Patife  É, pelo menos botar meus acordes. Eu faço e gravo em MD, e dou pro cara escutar e canto junto. Quero pelo menos passar pro teclado o que eu tenho na minha cabeça, nem que eu pelo menos… Montar meu primeiro acorde de três notas, aí depois monto outro, com o tom mais baixo. Ter essa facilidade, né? Então, aí você já tem uma noçãozinha. Mas músico é músico e DJ é DJ, cara.

Tags
DJ Patife
Música eletrônica
de 23