gafieiras

gafieiras

Entrevistas de música brasileira

André Abujamra

André Abujamra por Dafne Sampaio

André Abujamra

parte 17/26

Se curto Ben Harper, vou procurá-lo em MP3

Rosselli – Você lida bem ou é uma coisa sacal essa coisa da Web?
Abujamra – Não vivo sem. Se tá piscando a porra da Internet ali, fico desesperado. Eu não vivo sem. Tenho um motoboy 512. [risos] Trabalho com publicidade para sobreviver. E no meu contrato está lá, que não preciso ir às reunião, faço tudo de casa. Os caras mandam um vídeo pra mim, faço a trilha e envio de volta… É uma coisa muito simples, muito fácil, muito gostosa.
Rosselli – E blogue, site…
Abujamra – Quero fazer meu site, mas para tentar ganhar um troco. Uso muito pra passar informação de trabalho. Fiz um trabalho muito legal no Rio de Janeiro, com o Vicente Amorim. É um filme lindo, cara. Ele fez um filme e eu não tinha tempo de ir para o Rio. Então, ele mandava uns filminhos. Eu fazia a trilha daqui e mandava em mpg4, com a trilha já. O cara ouvia e falava “Legal!”. Trabalhei um mês assim, com a Internet. Quando ele veio aqui, gravamos a orquestra…
Dafne – É o Caminho das Nuvens? [http://ocaminhodasnuvens.globo.com/]
Abujamra – É lindo esse filme.
Rosselli – O Igor, do Sepultura, falou que nos anos 80, pela falta de informação e pela dificuldade de se ter discos e VHS, havia muita pirataria oficial. “Cresci comprando coisa pirata!”, ele disse. “Então, não tenho como falar mal disso, seria falso!”. Como você vê a história da pirataria hoje em dia? Você já comentou um pouquinho que é um absurdo pagar 28 paus num CD…
Abujamra – É um absurdo! Esse papo da pirataria é ruim. Não compro CD pirata. Quando eu compro, que é raro, o que eu faço? Curto Ben Harper. Vou ao MP3 e procuro Ben Harper lá.
Rosselli – Não estou falando somente da pirataria de rua. Digo, Kazaa e todos esses softwares…
Abujamra – Sou totalmente afim, meu! Vou mostrar um exemplo prático pra vocês… Quando começou a rolar Napster, todo mundo baixou Madonna, né? Olha o que eu comecei a baixar… Escrevo qualquer coisa e mando baixar… Olhem o que vem… Olhem a riqueza. Em vez de baixar coisas que eu conheço, me comporto como se estivesse no Google com um gravadorzinho. Olha que merda é isso daqui… [sons de rock balada] Que língua é essa, cara? [sons de ficção científica] Que merda! [sons que lembram seriado de bang-bang italiano] Olha, parece comigo isso daqui! Isso é russo. Você tem que pegar esses MP3… Sabe o que eu baixei aqui? Aula de alemão. Estou estudando alemão de graça… Olhem que maluco! [“Prosseguindo com a série Aprenda alemão com a voz da Alemanha, apresentamos o curso Alemão, por que não?”] [risos] Se você gosta de uma música, você vai à uma loja e compra o CD original. Pau no cu! Que papo é esse? Esse papo aí é de neguinho que ganha milhões de dólares e está desesperado. Gravadora grande é tudo uma bosta, tudo uma bosta! [risos]

Tags
André Abujamra
Os Mulheres Negras
de 26